Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

ACONTECE EM TABULEIRO DO NORTE O 1º ENCONTRO DAS ÁREAS DE ASSENTAMENTO

December 9, 2017

 

 

Neste dia 9 de dezembro de 2017 realizou-se, no assentamento Lagoa Grande, em Tabuleiro do Norte – CE, o 1º Encontro das Áreas de Assentamento, com o tema Memória, Organização, Produção e Resistência. Participaram do encontro assentados e assentadas dos assentamentos Diamantina, Donato, Barra do Feijão, Groenlândia e Lagoa Grande. Estiveram também no encontro, os vereadores Raimundo Dias Pinheiro (Mundinho da Bica) e Sidcley de Almeida (Gordinho), além de representantes da EMATERCE e Secretaria de Agricultura do município.

 

Logo após um café da manhã reforçado, preparado por um grupo de mulheres, os jovens do assentamento Lagoa Grande prepararam uma mística com a canção Somos Terra, somos Água, somos Vida e repetiam o tema do encontro: Memória, Organização, Produção e Resistência. Em seguida, o presidente do assentamento anfitrião, Motorzinho, fez a acolhida às/aos participantes. Os jovens fizeram uma encenação em homenagem aos vaqueiros já falecidos e os atuais. Logo após, um por um os assentamentos contaram sua história para os demais. A professora Regina Coele, da UECE/Campus de Crateús, ajudou a refletir sobre essa história, o que tudo isso significa para os assentamentos, qual a importância da memória, da organização e resistência.

 

Terminado esse momento, os/as participantes foram visitar a casa velha do assentamento, que pertencia à antiga fazenda, onde os/as jovens organizaram o Museu do Assentamento Lagoa Grande. Para o museu, os/as jovens recolheram vários objetos antigos das famílias assentadas. Foi um trabalho muito bonito, de grande esforço por parte da juventude local. Após a visita foi servido um farto almoço.

 

No retorno do almoço, Thiago Valentim iniciou uma discussão sobre a Lei da Grilagem e da contra a Reforma Agrária (13.645/2017), de 11 de julho de 2017, que foi criada no dia 22 de dezembro de 2016 como Medida Provisória 759. No caso dos assentamentos, a previsão da lei (e que já está sendo implementada) é o processo de titulação das terras de forma autoritária e sem discussão com os movimentos.

 

O encontro teve como principais objetivos fortalecer a articulação entre os assentamentos e as organizações, que foi plenamente atingido, e também dialogar com o INCRA sobre as demandas dos assentamentos, no entanto o INCRA não compareceu ao encontro.

 

Outros encaminhamentos foram tomados para o ano de 2018 no fortalecimento da luta dos assentamentos por terra e vida digna.

 

Realização: Comissão Pastoral da Terra – CPT, Associação Escola Família Agrícola Jaguaribana – AEFAJA, Vale Assessoria e Comissão Municipal de Convivência com o Semiárido – Tabuleiro do Norte.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags